Imagem card Espiritualidade

Espiritualidade

Uma só alma e um só coração em Deus. Uma comunidade de irmãos e de amigos, a serviço da Igreja e da sociedade, solidários com os pobres e excluídos, tendo uma só alma e um só coração, numa contínua busca inquieta de Deus. Procuramos viver, assim um "ideal comunitário de santidade" para sermos "Agostinianos novos para tempos novos!".

03/01/2021 00:00:0023/01/2021 00:00:0003/02/2021 00:00:0007/02/2021 00:00:0013/02/2021 00:00:0016/02/2021 00:00:0019/03/2021 00:00:0023/04/2021 00:00:0024/04/2021 00:00:0026/04/2021 00:00:0005/05/2021 00:00:0007/05/2021 00:00:0008/05/2021 00:00:0008/05/2021 00:00:0012/05/2021 00:00:0013/05/2021 00:00:0016/05/2021 00:00:0018/05/2021 00:00:0019/05/2021 00:00:0022/05/2021 00:00:0004/06/2021 00:00:0012/06/2021 00:00:0017/07/2021 00:00:0002/08/2021 00:00:0017/08/2021 00:00:0019/08/2021 00:00:0026/08/2021 00:00:0027/08/2021 00:00:0028/08/2021 00:00:0004/09/2021 00:00:0010/09/2021 00:00:0019/09/2021 00:00:0022/09/2021 00:00:0028/09/2021 00:00:0009/10/2021 00:00:0010/10/2021 00:00:0011/10/2021 00:00:0012/10/2021 00:00:0013/10/2021 00:00:0014/10/2021 00:00:0020/10/2021 00:00:0023/10/2021 00:00:0025/10/2021 00:00:0005/11/2021 00:00:0006/11/2021 00:00:0007/11/2021 00:00:0008/11/2021 00:00:0008/11/2021 00:00:0013/11/2021 00:00:0029/11/2021 00:00:00

Santos
e Beatos

Beata Josefa Maria de Benigánim
23 de janeiro

Imagem card Agostinianos

Agostinianos

Temos Santo Agostinho como pai espiritual e inspirador do estilo de vida e espiritualidade seguidos pela “Grande Família Agostiniana”, composta pelos Frades Agostinianos, Monjas Agostinianas, Fraternidades Seculares e leigos afiliados. Nossa Ordem é alicerçada na vida fraterna e na comunhão de bens.

Toma e Lê Inspiração para meditar

“Quando esvaziares teu coração do amor terreno, começarás a enchê-lo do amor divino. (Tratado da carta de São João 2.8).”
- Santo Agostinho

Artigos

28dez Imagem destaque da evento Carta aberta aos jovens
Carta aberta aos jovens
17dez Imagem destaque da evento O cantar da esperança pelas Antífonas do ‘Ó’
O cantar da esperança pelas Antífonas do ‘Ó’
04dez Imagem destaque da evento Carne de nossa carne
Carne de nossa carne

Notícias

15jan
XXIII Cerco de Jericó na Paróquia Cristo Redentor - 17 a 23 de janeiro

A Paróquia Cristo Redentor realiza o XXIII Cerco de Jericó, de 17 a 23 de janeiro, às 19h. Este ano, com o tema Derrubando muralhas: conquistando territórios espirituais.

A transmisão será pelo Facebook da Paróquia (https://www.facebook.com/cristoredentorbh), para que todos possam participar.

Cerco de Jericó

O Cerco de Jericó, campanha de sete dias e sete noites de oração diante de Jesus presente no Santíssimo Sacramento, tem como inspiração o capítulo 6 do livro de Josué. O texto de Josué nos diz que, tendo entrado na Terra Prometida, os israelitas encontraram seu primeiro desafio: conquistar Jericó, cidade protegida por fortes muralhas. Deus, então, ordenou a Josué, sucessor de Moisés na liderança do povo, que os guerreiros marchassem uma vez por dia em torno da cidade, durante seis dias, à frente de sete sacerdotes que tocariam trombetas diante da Arca da Aliança, sinal ao mesmo tempo da presença de Deus na caminhada do povo e do compromisso do povo com o projeto de Deus. O resto do povo devia seguir atrás da Arca, em silêncio. No sétimo dia, deviam dar sete voltas à cidade e, na sétima volta, à ordem de Josué, todos deviam gritar bem alto. Assim fizeram e, na sétima volta, ao som das trombetas e do grito do povo, as muralhas caíram e eles puderam conquistar a cidade. Com a ajuda de Deus nessa primeira batalha, os israelitas se animaram a seguir em frente na luta pela conquista da terra de Canaã, tornando realidade o projeto de Deus para seu povo. Este episódio inspira o compromisso de todos com o projeto de Deus de uma sociedade justa, fraterna e solidária.

 

 

cerco_jerico.jpg

14jan
Festa de São Sebastião em São Félix do Araguaia - 11 a 21 de janeiro

A Paróquia Nossa Senhora da Assunção, de São Felix do Araguaia (MT), está com uma programação especial para celebrar, de 11 a 21 de janeiro, a Festa de São Sebastião. A programação está sendo realizada na Comunidade de Vila São Sebastião - Chapadinha.

Confira:

11 de janeiro às 18h - abertura do Festejo de São Sebastião com missa,  procissão, hasteamento de bandeira e levantamento do mastro.

12 a 15 de janeiro às 19h30 - Missa e leilão

16 de janeiro às 19h30 - Missa, batizados e leilão

17 a 19 de janeiro às 19h30 - Missa e leilão 

20 de janeiro - Dia de São Sebastião
12h - Reza na casa da dona Domingas
18h - Procissão saindo da igreja, seguida de missa e leilão
22h - Vigília em preparação para a derrubada do mastro de São Sebastião

21 de janeiro às 6h - Derrubada do mastro de São Sebastião

Acompanhe pelo Facebook: https://www.facebook.com/parassuncaosaofelix 

13jan
25º Dia da Vida Consagrada - Tríduo preparatório

A Comissão para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) apresenta uma proposta de Tríduo preparatório para as celebrações do 25º Dia da Vida Consagrada - 2 de fevereiro. Um Ofício Divino, que poderá ser utilizado num dos momentos orantes da Comunidade Religiosa, preferencialmente nas Vésperas, ou num horário prévio à realização das missas na comunidade eclesial, favorecendo também a participação de todo o povo de Deus.

No subsídio há, ainda, mensagens das presidentes de importantes organismos da Igreja no Brasil – Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), Comissão Nacional dos Institutos Seculares do Brasil (CNISB) e Instituto de Pastoral Vocacional – representando todas as pessoas de vida consagrada.

Que o Dia da Vida Consagrada “produza frutos abundantes para a santidade e a missão da Igreja. Especialmente, ajude a fazer crescer na comunidade cristã a estima pelas vocações de especial consagração, a fazer com que se torne sempre mais intensa a oração para obtê-las do Senhor, fazendo amadurecer nos jovens e nas famílias uma generosa disponibilidade para receber esse dom. A vida eclesial no seu conjunto será beneficiada, e disso há de haurir força a nova evangelização” (São João Paulo II).

Baixe (aqui) a sugestão de tríduo.

Dia da Vida Consagrada

O Dia da Vida Consagrada foi celebrado pela primeira vez em 2 de fevereiro de 1997. Na mensagem do Papa São João Paulo II por ocasião deste primeiro dia, o pontífice da época recorda a estreita ligação entre a Festa da Apresentação do Senhor e a vocação específica dos consagrados e consagradas:

“O Dia da Vida consagrada será celebrado na festa em que se faz memória da apresentação que Maria e José fizeram de Jesus no Templo ‘para o apresentarem ao Senhor’ (Lc 2,22). Nesta cena evangélica, revela-se o mistério de Jesus, o consagrado do Pai, que veio ao mundo para cumprir fielmente a sua vontade (cf. Hb 10,5-7). Simeão o aponta como ‘Luz para iluminar as nações’ (Lc 2,32) e preanuncia, com palavra profética, a oferta suprema de Jesus ao Pai e a sua vitória final (cf. Lc 2,32-35). Assim, a Apresentação de Jesus no Templo constitui um eloquente ícone da total doação da própria vida, para todos os que foram chamados a reproduzir na Igreja e no mundo, mediante os conselhos evangélicos, ‘os traços característicos de Jesus virgem, pobre e obediente’ (Vita Consecrata, 1)”.

São João Paulo II, na mensagem, faz também uma comparação entre Maria e a Igreja: “A Virgem Mãe, que leva o Filho ao Templo, para que seja oferecido ao Pai, exprime bem a figura da Igreja que continua a oferecer seus filhos e filhas ao Pai celeste, associando-os à única oblação de Cristo, causa e modelo de toda a consagração na Igreja”.

Por fim, a mensagem exprime o desejo do Papa para que o Dia da Vida Consagrada “produza frutos abundantes para a santidade e a missão da Igreja. Especialmente, ajude a fazer crescer na comunidade cristã a estima pelas vocações de especial consagração, a fazer com que se torne sempre mais intensa a oração para obtê-las do Senhor, fazendo amadurecer nos jovens e nas famílias uma generosa disponibilidade para receber esse dom. A vida eclesial no seu conjunto será beneficiada, e disso há de haurir força a nova evangelização”.

Como celebrar os 25 anos da Vida Consagrada?

A Carta Encíclica Fratelli Tutti, sobre a Fraternidade e a Amizade Social, do Papa Francisco convida-nos a pensar e lutar por uma Vida Consagrada cada vez mais aprendiz, especialmente nesse contexto, interpelada a aprender da tragédia global como a pandemia.

Nesse ano jubilar somos convidados a deixar que o AMOR desperte em nós a consciência de sermos uma Vida Religiosa Consagrada universal, interdependente de tudo e de todos. É como gostamos de cantar: “Tudo está interligado, como se fôssemos um!” Que o AMOR nos sensibilize, cada vez mais, a sermos uma Vida Consagrada em saída, de mulheres e homens que têm pressa e disposição para correr ao encontro da vida que clama.

Nesta celebração do jubileu de prata do Dia da Vida Consagrada, é tempo de nos deixarmos inspirar pelo Evangelho do dia. Como o Velho Simeão, pegar Jesus no colo e, com gratidão, rezar: “Agora, Senhor, podes deixar teu servo partir em paz, porque meus olhos viram a tua salvação!” (Lc 2,29-30).

Jubileu é ação de graças, é alegria, é renascimento, é nova oportunidade, é recomeço porque, olhando o passado, há tanto que agradecer, vendo o presente, há tanto que abraçar e, vislumbrando o futuro, há uma missão que chama.

Deus seja louvado pelas maravilhas que espalhou no mundo ao longo da história por meio dos Consagrados e Consagradas. O Pai dê a cada um e a cada uma um coração cheio de paz e incendiado de ardor para iluminarem o mundo”, afirma o presidente da Comissão para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada, dom João Francisco Salm.

Imagem card Vocações

Vocações

Assim como Santo Agostinho, encontre em Jesus o sentido da vida.

A nossa Província investe em uma formação de excelência para os candidatos à vida religiosa e ao sacerdócio. Essa promoção de novas vocações se dá pelo esforço e preocupação de muitos religiosos, em especial os mais jovens, que buscam ser testemunhas alegres que despertem e animem outros jovens a se juntarem a nós nessa aventura de fé e amor a Deus.

Imagem card Nossas Obras

Nossas Obras

Nos dedicamos as nossas obras com muita generosidade e determinação.

Além das "obras históricas" e de assistência social e promoção humana, nos dedicamos à formação de novos frades, assessorias de pastorais e movimentos populares e de grupos e pastorais ligadas à promoção dos direitos humanos, da justiça e paz.

Mapa do Site