ORANDO COM SANTO AGOSTINHO

Compartilhe

 Senhor, a ti que desejo ir: o que te peço, ainda, é que digas como alcançar-te. Se nos abandonas, perecemos.

Mas tu não nos abandonas, porque é o sumo Bem, a quem todos encontram, quando retamente te procuram.

Ensina-me, pois, ó Pai, a procurar-te, liberta-me do erro, faze que, na minha busca, nada que não seja tu apresente-se em meu caminho.

Pois, visto ser verdade que a ninguém mais desejo senão a ti, faze, eu te suplico, ó Pai, que eu possa encontrar-te.

Mas, se ainda subsiste em mim algum desejo vão, despoja-me dele.

Purifica-me, tu mesmo, e torna-me capaz de te ver.

Permite-me, enquanto tiver de conduzir e levar este meu corpo, que eu seja puro, magnânimo, justo e prudente, perfeito amante e conhecedor de tua sabedoria.

Torna-me digno da tua morada e que possa assim vir a habitar no teu beatíssimo Reino.
Assim seja ! Assim seja !
( Solilóquios 1,6 )


 

Últimas Notícias

Aconteceu